publicidade

200 atletas de 11 municípios marcaram presença no Circuito Baiano de Surf realizado em Belmonte, sul da Bahia

Com apenas 10 anos, o jovem João Fiorentino foi o destaque da 4ª etapa do Circuito Extremo Surf estadual Amador e Profissional de 2023. Ele conquistou o primeiro lugar nas três provas das categorias que participou: Sub-10, Sub-12 e Sub-14.

Realizada entre os dias 7 e 9 de julho na Praia de Mogiquiçaba, em Belmonte (BA), a competição contou com a presença de 200 atletas, segundo a Federação Baiana de Surf (FBSurf), que é a única entidade baiana da modalidade com ranking reconhecido pela Confederação Brasileira de Surf (CBSurf).

Os atletas que participaram do campeonato foram dos municípios de Praia do Forte, Camaçari, Lauro de Freitas, Salvador, Valença, Morro de São Paulo, Itacaré, Ilhéus, Canavieiras, Belmonte e Porto Seguro.

Em um ônibus cedido pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), 45 surfistas tiveram o deslocamento de ida e volta para a competição no município que sediou o evento e que fica no sul da Bahia.

Grande parte dos surfistas que viajou no ônibus ficou entre os quatro primeiros colocados das categorias Profissional, Local Open, Local Intermediário, Feminina, Sub 10, Sub 12, Sub 14, Sub 16 e Sub 18, além da categoria OC-4 Surf.

O presidente da Federação Baiana de Surf, Marcelo Barros, falou de sua alegria em ver o bom número de atletas presentes em mais uma competição do circuito estadual do Brasil. Além da boa presença de participantes, Barros também observa que “a competição movimentou a economia local. Isso me traz grande satisfação em poder contribuir neste processo para os municípios, com a realização dessa competição. Agradeço a prefeitura de Belmonte, Governo do Estado da Bahia e a Sudesb, por esta parceria e apoio.”

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade