publicidade

Americanas começa a pagar R$4 bilhões em dívidas com 500 fornecedores

Um ano e três meses após entrar em recuperação judicial, a Americanas começou a honrar seus compromissos com os fornecedores, restabelecendo prazos para novas encomendas, inclusive com grandes indústrias, que são parceiras comerciais tradicionais da empresa.

Ao todo, 500 empresas aderiram à categoria de “credor fornecedor colaborador”, estabelecida pelo plano de recuperação judicial. Essas empresas terão condições especiais para recuperar suas dívidas e já começaram a receber recursos, provenientes de um total de R$ 4 bilhões reservados para este fim. O prazo limite para adesão encerrou-se em 13 de março.

Na prática, esses 500 fornecedores retomarão as vendas para a Americanas a prazo. “Já estamos fazendo pedidos com prazo de pagamento hoje”, afirmou Gustavo Lobo, diretor de controladoria de operações da varejista, ao Estadão/Broadcast. Esse grupo de fornecedores foi responsável por mais de 70% das vendas nas lojas da rede em 2023. “Está garantido que nossas lojas continuarão abastecidas, com variedade de produtos”, destacou Lobo. Ele também mencionou que a empresa já começou a pagar suas dívidas com esses fornecedores desde o dia 14.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade