publicidade

Cartórios lançam sistema de autorização eletrônica para doação de órgãos

Nesta terça-feira (2), os cartórios de todo o Brasil lançaram um documento eletrônico para oficializar a vontade dos cidadãos que desejam ser doadores de órgãos. Essa iniciativa foi anunciada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pelo Colégio Notarial do Brasil, por meio da campanha Um Só Coração: Seja Vida na Vida de Alguém.

Com esse novo sistema, os cidadãos interessados em doar órgãos poderão preencher e emitir gratuitamente a Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos (AEDO) em qualquer cartório de notas do país. Os documentos de autorização estarão disponíveis em um sistema eletrônico, permitindo o acesso a profissionais de saúde para comprovar o desejo daqueles que faleceram.

Os órgãos que podem ser autorizados para doação incluem coração, pulmão, rins, intestino, fígado, pâncreas, medula, pele e músculo esquelético. Os interessados em obter a autorização eletrônica podem acessar o site da AEDO e preencher um formulário eletrônico, que será enviado ao cartório selecionado durante o processo.

Posteriormente, o cartório agendará uma videoconferência para identificar o cidadão e permitir que ele assine o documento eletronicamente. Após a conclusão desse procedimento, o pedido será transmitido e o documento será armazenado no Sistema Nacional de Transplantes, podendo ser acessado após o falecimento do doador.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade