publicidade

Com contas rejeitadas por 11x 04, Ricardo Moura deverá ficar inelegível

Seguindo o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o ex -prefeito de Valença Ricardo Moura (PSD) teve as contas de 2018 rejeitadas pela Câmara Municipal em sessão desta terça-feira (13) por ultrapassar o índice de pessoal. Com um placar de 11 x 04, a decisão seguirá para segunda votação na próxima sessão, o veredito sendo confirmado o ex -gestor se tornará inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa.

A sessão foi marcada por discursos contundentes, a exemplo do vereador Reginaldo Araújo (PL) que exaltou a obrigatoriedade do cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, bem como a necessidade dos edis votarem por critérios técnicos e não políticos. Mas também houve vereador que tentou se isentar da discussão, como o vereador Cássio da Pesca (PSB) que queria se abster de votar, mas foi advertido pelo presidente Fabrício Lemos(PP) sobre a obrigatoriedade do voto nominal na sessão, tendo por fim votado a favor do parecer do TCM.

Confira como votaram os vereadores:

Fabrício Lemos (PP) – Favorável ao parecer do TCM
Helton Brandão (Avante) – Favorável ao parecer do TCM
Valdiro Oiticica (PL) – Favorável à defesa de Ricardo Moura
Antônio Heraldo (PL) – Favorável ao parecer do TCM
Benvindo Luz (DEM) – Favorável à defesa de Ricardo Moura
Ryan Costa (PL) – Favorável ao parecer do TCM
Reginaldo Araújo (PL) – Favorável ao parecer do TCM
Isaias Nascimento (PP) – Favorável ao parecer do TCM
Valdir Silvestre (PC do B) – Favorável ao parecer do TCM
Benedito Souza (Avante) – Favorável à defesa de Ricardo Moura
Cristiano Barbosa (Solidariedade) – Favorável ao parecer do TCM
Cássio Pereira (PSB) – Favorável ao parecer do TCM
Luiz Carlos Muniz Andrade (PMN) – Favorável a defesa de Ricardo Moura
Clóvis Júnior (PSD) – Favorável a defesa de Ricardo Moura
Bertolino Junior (PP) – Favorável ao parecer do TCM

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade