publicidade

Lei que torna Morro do Chapéu capital do vinho da Chapada Diamantina é sancionada

Morro do Chapéu, agora oficialmente a capital do vinho da Chapada Diamantina! A Lei 14.683, sancionada pelo Governo da Bahia e publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (3), consagra essa nova identidade. O projeto, de autoria do deputado Pedro Tavares (União Brasil), foi aprovado em dezembro do ano passado pela Assembleia Legislativa (ALBA).

De acordo com a lei recém-sancionada, também está oficialmente criado o Festival do Vinho, que acontecerá anualmente em agosto, integrando o renomado Festival de Inverno de Morro do Chapéu. Este festival será reconhecido como uma manifestação cultural e de interesse social e turístico para o município.

Nos últimos anos, Morro do Chapéu tem se destacado como um polo de produção de vinho. Atualmente, quatro vinícolas estão em pleno funcionamento e outras três estão em processo de implantação. A prefeitura tem investido significativamente no enoturismo, visando atrair visitantes e estimular a produção de vinhos, o que por sua vez gera empregos e fortalece a economia local.

“A sanção desta lei é motivo de grande alegria, pois reconhece oficialmente Morro do Chapéu como a capital do vinho da Chapada. Isso impulsiona nosso trabalho em incentivar toda a cadeia produtiva do vinho”, afirmou a prefeita Juliana Araújo em entrevista ao Alô Alô Bahia.

Juliana destacou que a sanção da lei deverá impulsionar tanto a produção de vinhos quanto o enoturismo. “Nossas vinícolas já estão se tornando referência, com vinhos premiados nacionalmente, e atraem milhares de visitantes anualmente. Pretendemos impulsionar ainda mais esse processo, especialmente com a realização do Festival do Vinho, o que certamente beneficiará toda a economia local”, salientou.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade