publicidade

Líder quilombola Mãe Bernadete é executada a tiros, dentro de terreiro

Líder quilombola e ex-secretária de Promoção da Igualdade Racial de Simões Filho (BA), Maria Bernadete Pacífico, foi assassinad4 na noite desta quinta-feira (17) no Quilombo Pitanga dos Palmares. Criminosos teriam entrado no quilombo, feito familiares reféns e executado Bernadete a tir*s. Ela é mãe de Flávio Gabriel Pacífico dos Santos, mais conhecido como Binho do Quilombo, assassinad* há quase seis anos, no dia 19 de setembro de 2017. A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do governo da Bahia acompanha o caso e as investigações policiais.

Para Denildo Rodrigues, da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), Bernadete foi assassinada pelo mesmo grupo responsável pela execução de Binho. “Ela sabia e a Justiça sabia que quem mandou matar Binho tava lá, perto da comunidade. Só que não deu nada. Ela nunca ficou quieta. Agora foi silenciada. Muito triste para nós”, lamentou Denildo.

Fonte: Bnews

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade