publicidade

‘Meu filhinho deve ter sofrido muito’, diz pai do menino Henry

Mãe e padrastro, o vereador Dr. Jairinho, foram presos nesta quinta. Segundo a polícia, garoto sofreu sessões de tortura. 'Desculpa o papai por não ter feito mais, lutado mais e protegido você muito mais', disse Leniel.

Esta infeliz matou meu filho. Meu filhinho deve ter sofrido muito”.

Essas foram as palavras do engenheiro Leniel Borel de Almeida, logo após a prisão a ex-mulher, Monique Medeiros, e do namorado dela, o vereador Dr. Jairinho.

Em entrevista ao repórter Carlos De Lannoy, ele chegou a dizer que estava passando mal.

Durante a madrugada, antes mesmo de saber da prisão da ex-mulher e do marido dela, Leniel postou uma homenagem ao filho, que completa um mês de morto nesta quinta, e pediu “desculpas” por não ter conseguido protegê-lo.

“30 dias desde que te dei o último abraço. Nunca vou esquecer de cada minuto do nosso último final de semana juntos. Deixar você bem, cheio de vida, com todos os sonhos e vontades de uma criança inocente. Desculpa o papai por não ter feito mais, lutado mais e protegido você muito mais. Confiamos que Deus fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia”, disse o pai em uma rede social.

Fonte: G1

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade