publicidade

Ministério da Saúde incorpora vacina contra dengue no SUS

O Ministério da Saúde anunciou, nessa quinta (21), a inclusão da vacina contra a dengue no Sistema Único de Saúde (SUS). O Brasil se destaca como o pioneiro mundial a disponibilizar esse imunizante de forma universal no sistema público. A vacina, conhecida como Qdenga, inicialmente terá uma distribuição limitada, pois o fabricante, Takeda, revelou restrições na capacidade de produção. Consequentemente, a vacinação será direcionada a públicos específicos e regiões prioritárias. A análise acelerada da Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec) respaldou a decisão de incorporação após passar por todas as etapas de avaliação.

“A avaliação do Ministério da Saúde considerou a relação custo-benefício e a questão do acesso, uma vez que é fundamental ter uma quantidade adequada de vacinas para a nossa extensa população. Com o aval positivo da Conitec, seremos pioneiros no acesso público a essa vacina pelo SUS. Até o início do ano, definiremos os grupos prioritários, levando em conta as limitações da empresa Takeda na disponibilidade de doses. Faremos escolhas estratégicas”, esclareceu a Ministra da Saúde, Nísia Trindade.

A próxima etapa envolverá o Programa Nacional de Imunizações (PNI) em colaboração com a Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI) para desenvolver a melhor estratégia de distribuição, identificando públicos prioritários e áreas com maior incidência da doença para a aplicação das doses. Essas estratégias serão definidas nas primeiras semanas de janeiro. Segundo o laboratório, a previsão é a entrega de 5.082 milhões de doses em 2024, entre fevereiro e novembro, sendo o esquema vacinal composto por duas doses.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade