publicidade

Por que estamos perdendo cabelo? Especialista explica as possíveis causas

Paula Breder, idealizadora da filosofia PB e fundadora da marca de fitocosméticos, explica como tratar a queda

A queda de cabelo é um problema que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, independentemente de idade, gênero ou etnia. Existem diversas causas para a queda de cabelo, desde questões genéticas até problemas hormonais, estresse, alimentação e outros fatores. Inclusive, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), mais de 40 milhões de brasileiros sofrem com a perda dos fios.

Diante disso, Paula Breder, idealizadora da filosofia PB e fundadora da marca de fitocosméticos, resolveu listar alguns dos motivos mais comuns da queda de cabelo, bem como algumas opções de tratamento e prevenção.

Questões genéticas

A calvície masculina é um exemplo comum de queda de cabelo relacionada à genética. Ela ocorre quando os folículos pilosos são sensíveis a um hormônio chamado dihidrotestosterona (DHT), que faz com que o cabelo encolha e se torne mais fino ao longo do tempo.

E não é só nos homens que a calvície acontece, nas mulheres também! Nesses casos, ela acontece devido a interação dos hormônios masculinos, também presente na mulher devido à herança genética. O problema pode começar a aparecer em qualquer fase da vida, a partir da puberdade, de forma progressiva, porém sua presença é mais comum na faixa dos 40 anos, durante a menopausa.

Embora não haja cura para a calvície, existem alguns tratamentos que podem ajudar a retardar o processo ou minimizar a aparência da perda de cabelo, desde tratamentos em salões até implante capilar.

Problemas hormonais

Os desequilíbrios hormonais também podem ser responsáveis pela queda de cabelo. Por exemplo, mulheres que sofrem de síndrome do ovário policístico (SOP) podem ter níveis mais altos de hormônios masculinos, o que pode levar à queda de cabelo.

Nesses casos, o tratamento da condição subjacente pode ajudar a reduzir a perda de cabelo. Além disso, medicamentos como espironolactona e finasterida podem ser úteis para bloquear a ação dos hormônios masculinos e estimular o crescimento do cabelo.

Estresse

O estresse é uma das principais causas da queda de cabelo. Quando estamos sob estresse, nosso corpo libera hormônios como o cortisol, que podem afetar o crescimento do cabelo. Além disso, o estresse também pode levar à má alimentação e à falta de sono, que podem piorar o problema.

Nesses casos o tratamento implica em um objetivo: reduzir o estresse. Assim, praticar atividades que tragam calma, como meditação e yoga, ou começar um hobby do seu agrado pode ajudar. Consultar um especialista também é importante, pois ele poderá indicar os melhores tratamentos.

Alimentação

Uma dieta pobre em nutrientes essenciais, como vitaminas e minerais, pode levar à queda de cabelo. Por exemplo, a deficiência de ferro pode causar anemia, o que pode afetar o crescimento do cabelo. A falta de proteína também pode ser um problema, já que o cabelo é feito principalmente de proteína.

Por isso, nesses casos é interessante mudar a alimentação e consumir nutrientes essenciais para o crescimento saudável dos cabelos, incluindo proteínas, ferro, zinco, biotina e vitamina D. Inclua alimentos como ovos, carnes, peixes, nozes, legumes e verduras.

“Existem diversas opções de tratamentos disponíveis para prevenir a queda de cabelo e promover o crescimento saudável dos fios, que vão desde mudanças de hábitos até medicamentos”, explica a especialista.

Alguns medicamentos, como o minoxidil e a finasterida, que podem ajudar a prevenir a queda de cabelo e estimular o crescimento de novos fios em casos mais severos, contudo, é necessário passar por um acompanhamento médico para garantir a necessidade do seu uso.

“A terapia a laser também é uma opção e vem sendo muito implementada em salões, ela pode ajudar a estimular o crescimento dos fios e a fortalecer as raízes. Além disso, a mudança na alimentação também é ideal, pois uma dieta balanceada, rica em nutrientes importantes para a saúde dos cabelos, pode ajudar a prevenir a queda de cabelo”, afirma Paula.

A queda de cabelo pode ser um problema difícil de lidar, mas existem opções de tratamento que podem ajudar a prevenir a calvície e a recuperar a saúde dos fios. Se você está enfrentando esse problema, consulte um médico especialista em dermatologia para avaliar as causas da queda de cabelo e as opções de tratamento mais indicadas para o seu caso.

Paula Breder

Idealizadora da Filosofia PB, Paula criou uma metodologia própria de tratamento capilar. Sua pesquisa pontua a autoridade dos ativos naturais e a fitoterapia em prol da Saúde Capilar. Seus estudos apresentam os danos provocados pela química capilar. Prejuízos de cunho emocional, na estrutura capilar e na saúde das mulheres. Seu discurso empodera a imponência do cabelo natural, estimula a profissional a buscar mais conhecimento e apresenta uma perspectiva de um cabelo saudável, natural, bonito e destituído de padrões.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade