publicidade

Relator no TRE vota contra a cassação de Sérgio Moro

O desembargador Luciano Carrasco Falavinha Souza, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, emitiu seu voto nesta segunda-feira (1º) contra a cassação do senador Sérgio Moro (União-PR), ex-juiz da Operação Lava Jato.

Após o voto do relator, a sessão foi suspensa e será retomada na próxima quarta-feira (3), aguardando os votos de seis juízes.

Caso o TRE decida pela cassação de Moro, ele não será imediatamente removido do cargo, pois a defesa terá o direito de recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se, eventualmente, a cassação for confirmada pelo TSE, novas eleições serão convocadas no Paraná para preencher a vaga no Senado.

Acusação

Nesta tarde, o TRE começou o julgamento de duas ações nas quais o PT e o PL acusam Moro de abuso de poder econômico devido a gastos irregulares no período de pré-campanha em 2022.

Em 2021, Moro estava no Podemos e realizou atos de pré-candidatura à Presidência da República. De acordo com a acusação, os concorrentes ao cargo de senador ficaram em desvantagem diante dos “altos investimentos financeiros” realizados antes de Moro deixar a sigla e decidir se candidatar ao Senado pelo União. 

Conforme a acusação do Ministério Público Eleitoral (MPE), foram gastos aproximadamente R$ 2 milhões oriundos do Fundo Partidário com o evento de filiação de Moro ao Podemos e com a contratação de produção de vídeos para promoção pessoal, além de consultorias eleitorais.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade