publicidade

Salvador deve registrar mais de 70% de ocupação hoteleira no feriado de Corpus Christi

A capital baiana figura entre os destinos nacionais mais procurados para o feriado prolongado de Corpus Christi, o que deve gerar impactos positivos para todo o setor turístico. De acordo com o secretário de Cultura e Turismo do Município, Pedro Tourinho, essa posição de Salvador demonstra o potencial da cidade como um destino turístico, religioso e cultural. “Alguns fatores, como a nossa tradição e religiosidade, a valorização da cultura local, sua beleza natural e a hospitalidade do soteropolitano, que é conhecido por sua receptividade e calor humano, acolhendo os visitantes com alegria e simpatia, contribuem para que os turistas se sintam bem-vindos, tornando Salvador um destino completo, onde o turista pode experimentar roteiros de qualquer segmento”, avalia.

O titular da Secult aponta como reflexo imediato do aquecimento do turismo no período a alta procura por hospedagem e o aumento da demanda por serviços, gerando um aumento significativo na receita dos hotéis, pousadas, restaurantes, bares, agências de turismo e outros estabelecimentos comerciais da cidade. “Essa procura contribui significativamente para a geração de empregos e para o aquecimento da economia local. Algumas ações de qualificação da mão de obra do setor e o desenvolvimento de experiências na cidade estão ampliando a distribuição de renda entre os atores do setor, o que reduz desigualdades e melhora a qualidade de vida da população”, afirma.

Em consonância com as expectativas do secretário de Cultura e Turismo, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia, Wilson Spagnol, destaca que por esse ser um dos poucos feriados prolongados do ano, a expectativa é de um fluxo turístico consideravelmente superior ao verificado no ano passado. “A demanda para a rede hoteleira de Salvador está alta e diversos hotéis já reportam ocupações superiores às do ano passado para o feriado de Corpus Christi. A expectativa é de que tenhamos ocupação média entre 70 e 75% para a cidade, bastante superior aos 58% do feriado do ano passado e superior também às médias dos meses de maio e junho”, diz.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade