publicidade

Startup de transporte chega à Bahia oferecendo viagens de graça

Maior plataforma de intermediação rodoviária do país, a startup Buser vai conectar 62 pares de cidades em território baiano a partir de setembro. A expectativa é chegar a mais de 40 mil passageiros no estado só em dezembro, alcançando a marca de 500 mil passageiros transportados em 2022. O lançamento faz parte de um grande plano de expansão da Buser no Nordeste. Como parte da estratégia para conquistar esse novo mercado, a plataforma está oferecendo viagens gratuitas para diversos destinos neste mês.

Em território baiano, serão sete trechos em que o passageiro viajará sem pagar nada durante todo o mês de setembro, incluindo Feira de Santana – Salvador, Barreiras – Brasília, Barreiras – Formosa e Luís Eduardo Magalhães – Goiânia também. Além dessa promoção inicial, a startup distribuirá cupons nas redes sociais, site e aplicativo, com direito à primeira viagem grátis.

Para ter acesso à viagem de graça, basta acessar o site www.buser.com.br, pelo computador, celular ou aplicativo, e procurar os trechos, Ao preencher, o valor da corrida aparecerá já zerado.

Vale ressaltar, ainda, que as viagens da Buser custam, em média, 60% do valor da concorrência, chegando a custar até a metade do preço cobrado por empresas regulares. O trajeto entre Salvador (BA) e Aracaju (SE), por exemplo, sai por R$ 39,90 na plataforma, contra R$ 60 nas viações tradicionais. 

O diretor de Operações da Buser, Thiago Zanetti, destaca a explosão que o turismo interno doméstico deve ter nos próximos meses. “Muitos brasileiros vão optar por fazer viagens dentro do Brasil. Temos certeza de que a Bahia será muito importante para a retomada do setor turístico em 2021”, afirma o executivo.

Como funciona?
A Buser nasceu em 2017 como uma plataforma digital que promove o fretamento colaborativo de ônibus. Na prática, ela junta um grupo de pessoas que divide o valor do fretamento de uma viagem, o que barateia os preços aos passageiros. É a startup quem promove essa conexão, se aliando a empresas pequenas e médias de ônibus, que dispõem de todas as licenças necessárias e fazem o recolhimento de tributos em dia, o que gera importante receita aos cofres públicos. Todos os veículos são regularizados, novos e modernos.

Para o usuário, a experiência é bem parecida com o de um site de compra de passagens, mas ao invés de adquirir o bilhete, o passageiro faz a reserva e aguarda a confirmação da viagem. Tudo é feito pelo aplicativo ou site da Buser. No momento da reserva aparecem todos os detalhes referentes ao embarque, que acontecem em pontos mantidos pela plataforma fora das rodoviárias.

“Trata-se de um modelo ainda novo no país, que de fato está revolucionando o mercado de viagens rodoviárias, tanto pela questão do preço quanto pela experiência que proporcionamos. Nosso objetivo é unicamente beneficiar a população, tornando o transporte mais acessível. Por isso, agradecemos os parceiros que estão entrando conosco nessa missão”, afirma Vasconcellos.

Fonte: Correios

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade