publicidade

Vacina contra dengue no SUS: Governo define municípios que vão receber doses

O Ministério da Saúde liberou a relação das cidades que serão contempladas com a vacina contra a dengue. No total, aproximadamente 500 municípios distribuídos em 16 estados foram incluídos para a campanha de imunização, que terá início em fevereiro.

O Brasil se destaca como o pioneiro mundial ao disponibilizar a vacina gratuitamente pelo sistema público de saúde, embora enfrente o desafio da escassez de doses. O Ministério da Saúde está programado para receber um pouco mais de 6 milhões de doses, sendo 5,2 milhões adquiridas do laboratório Takeda e 1,3 milhão doadas.

Entretanto, a quantidade de pessoas efetivamente vacinadas contra a doença será inferior, pois são necessárias duas aplicações para garantir a imunização completa, dentro de um intervalo de três meses. Essa limitação ocorre devido à capacidade de produção restrita.

Com isso, o governo teve de definir critérios de priorização:

  • O Ministério da Saúde definiu como prioridade a vacinação de pessoas de 10 a 14 anos por estarem entre o público com maior número de internações pela doença.
  • Foram incluídos os municípios de grande porte — que são aqueles com mais de 100 mil habitantes — e com classificação de alta transmissão de dengue do tipo 2.
  • Além disso, as cidades próximas a esses locais também foram incluídas no que o governo chama de “regiões de saúde”.

Com isso, vão receber a vacina 521 cidades contempladas que incluem 16 estados e o Distrito Federal. O número representa pouco mais de 10% do total de municípios no país — 5.570.

Veja lista dos municípios na Bahia que vão receber a vacina contra a dengue:

Salvador
Madre de Deus
Rafael Jambeiro
Lauro de Freitas
São Gonçalo dos Campos
Conceição do Jacuípe
Nova Fátima
Coração de Maria
Teodoro Sampaio
Santo Estêvão
Feira de Santana
Saubara
São Sebastião do Passé
Santo Amaro
Brejolândia
Riachão das Neves
Mansidão
Candeias
Itaparica
Baianópolis
Tabocas do Brejo Velho
Angical
Catolândia
Cristópolis
Cotegipe
São Desidério
Santa Rita de Cássia
Wanderley
Luís Eduardo Magalhães
Formosa do Rio Preto
Barreiras
Santa Inês
Lajedo do Tabocal
Pau Brasil
Cravolândia
Jequié
Itaquara
Irajuba
Lafaiete Coutinho
Nova Itarana
Brejões
Iramaia
Jitaúna
Itamari
Apuarema
Manoel Vitorino
Jaguaquara
Aiquara
Barra do Rocha
Itagi
Dário Meira
Planaltino
Itiruçu
São Francisco do Conde
Ibirataia
Boa Nova
Maracás
Canavieiras
Ipiaú
Itagibá
Arataca
Mascote
Vera Cruz
Buerarema
Santa Luzia
Una
Itacaré
Santa Cruz da Vitória
Ilhéus
Uruçuca
Itaju do Colônia
Itapé
Itapitanga
Floresta Azul
Ibirapitanga
Aurelino Leal
Jussari
Almadina
São José da Vitória
Ubatã
Ibicaraí
Camacan
Barro Preto
Ubaitaba
Coaraci
Mundo Novo
Itajuípe
Maraú
Santanópolis
Gongogi
Gavião
Itabuna
Mata de São João
Conde
Dias d’Ávila
Pojuca
Camaçari
Simões Filho
Anguera
Capela do Alto Alegre
Baixa Grande
Irará
Tanquinho
Amélia Rodrigues
Antônio Cardoso
Pintadas
Riachão do Jacuípe
Ichu
Ipecaetá
Ipirá
Terra Nova
Serra Preta
Santa Bárbara
Pé de Serra
Candeal

Segundo o Ministério da Saúde, a imunização começa em fevereiro, mas não de maneira uniforme. Isso porque depende da disponibilização de doses. As primeiras unidades chegaram ao país no último fim de semana e a previsão é que o volume total de vacinas compradas sejam entregues até dezembro.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade