publicidade

Vacinação de policiais militares tenta abafar execução do Soldado Wesley Soares, critica deputado

Coordenador da Associação de ASPRA, o deputado estadual Soldado Prisco teceu duras críticas ao governador Rui Costa depois do anúncio de vacinação da tropa. Segundo publicação do site Informe Baiano o anúncio ocorreu “de forma açodada, sem planejamento, para abafar desastre das últimas ações policiais. Caso contrário, deveriam priorizar os militares que estão na área e grupo de risco, conforme propõe a nossa ação judicial”.

“Estados e os municípios têm autonomia de modificar a ordem de vacinação, dentre os grupos prioritários estabelecida no plano nacional de vacinação. Demonstra que faltava era vontade política e de repente, com a morte do Soldado Wesley, a vontade política nasceu (…) mais uma vitória que não veio à toa. Veio com luta e após perdermos um dos nossos, executado. Vamos continuar lutando”.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade