publicidade

Mulher indígena é assassinada na Bahia e dois fazendeiros são presos

Uma mulher pataxó foi assassinada hoje em Potiraguá, Sul da Bahia, após fazendeiros tentarem expulsar indígenas que ocupavam uma fazenda na região. Dois homens foram presos sob a suspeita de ligação com o homicídio.

Maria de Fátima Muniz, conhecida como Nega Pataxó, foi baleada e morreu. Ela chegou sem vida à unidade básica de saúde do município de Potiraguá, segundo a secretária de saúde do município, Keila Teixeira.

O cacique Nailton Pataxó, irmão de Nega Pataxó, também foi baleado e encaminhado para cirurgia. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Dois fazendeiros foram presos sob a suspeita de terem atirado, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP). Eles portavam armas de fogo no momento da detenção.

Via: Uol

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade