publicidade

Projeto de Lei de Ryan Costa e Bertolino Jr. é Aprovado pela Câmara de Vereadores de Valença e Oficializa Símbolos Municipais

A Câmara Municipal de Valença, durante as sessões realizadas na última terça-feira (19), aprovou o Projeto de Lei 040/2023, de autoria dos vereadores Bertolino Jr. e Ryan Costa. Esse projeto versa sobre a padronização da forma e apresentação dos símbolos que representam o município.

O PL estabelece como a bandeira oficial de Valença o desenho original criado pela professora Kimiko Sakaki de Sousa em 1965. Embora a bandeira de Valença já fosse usada em eventos oficiais, ainda não havia uma regulamentação oficial, o que resultava em variações no seu símbolo.

Além da bandeira, o Projeto de Lei também registra o brasão e o hino municipal, ambos de autoria da poetisa e professora Macária Andrade, com a melodia do Maestro Barrinha.

A professora Kimiko Sakaki, responsável pela concepção da bandeira, esteve presente na sessão da Câmara e compartilhou sua experiência na criação do símbolo. “Esta bandeira foi meticulosamente elaborada com base em pesquisas e consultas que duraram 15 dias. Busquei entender profundamente a história de Valença para criá-la. Ela incorpora todos os elementos valencianos”, explicou.

A criadora da bandeira também explicou por que ocorreram variações no símbolo ao longo do tempo: “Recebi solicitações para criar a bandeira de Valença de quatro prefeitos diferentes, mas sempre mantive o mesmo modelo. Em uma ocasião, tentaram adicionar listras azuis e brancas, mas isso a tornava semelhante demais à bandeira da Bahia. Então, em conjunto com o Padre Isidro e o Tenente Dário, que foram convocados para auxiliar, decidimos fazer uma alteração e adicionamos os quatro retângulos”, destacou.

Graças às pesquisas coordenadas pela professora Lúcia Araújo, diretora da Biblioteca Municipal de Valença, foram encontradas diversas versões da bandeira. Isso motivou a busca pela padronização e registro. Kimiko Sakaki agradeceu a Lúcia Araújo, enfatizando sua contribuição: “Lúcia, por meio de suas pesquisas, identificou esses erros nas versões anteriores, e eu sou imensamente grata por isso”.

A bandeira oficial de Valença possui retângulos azuis e brancos, que representam Nossa Senhora do Amparo, a padroeira dos operários da Companhia Valença Industrial (CVI). Os desenhos fazem referência à cultura do município, retratando a CVI, profissões locais, pesca, estaleiros de construção naval, cacau, mandioca, cravo, dendê, coco e piaçava. As bordas centrais em preto e branco simbolizam a miscigenação do povo valenciano.

A autora da bandeira de Valença fez um apelo para que ela seja oficialmente registrada, afirmando: “Isso aqui representa Valença, e toda cidade deve ter sua própria bandeira. Portanto, peço que a registrem oficialmente”.

Os vereadores elogiaram o Projeto de Lei, parabenizando todos os envolvidos e ressaltando a importância de resgatar a bandeira original para a memória e a história do município. Em seguida, votaram unanimemente pela sua aprovação.

Os autores do PL, Bertolino Jr. e Ryan Costa, expressaram gratidão à professora Kimiko Sakaki, à historiadora Janete Vomeri, à professora Lúcia Araújo e à equipe delas por seu esforço na oficialização da bandeira. Ryan Costa acrescentou: “É nossa responsabilidade, como valencianos, compreender o significado de cada símbolo em nossa bandeira. Espero que palestras sejam realizadas nas escolas para disseminar esse conhecimento entre todos os alunos”.

Agora, o Projeto de Lei segue para sanção pelo Poder Executivo.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Mais notícias

publicidade